YouTube pago e o fim dos bons filmes

Dois post do site da Super. 

No Ultra, o André comenta a crise de bilheteria dos filmes de roteiro, digamos, inteligente. É uma bola que a Super já tinha levantado ano passado, na matéria de capa de Indiana Jones (infelizmente, ainda não disponível no site). Se você não quiser buscar no Dedoc, eu resumo: filme em que o principal atrativo está no roteiro não precisa ser assistido no cinema – a experiência de ver um Frost/Nixon dá vida no Cinemark ou na tela de LCD é a mesma. Então o povo prefere baixar a versão pirata mesmo. Sobra pra indústria apostar nos blockbusters cheio de efeitos especiais, esses sim capazes de proporcionar uma experiência relevante na sala de cinema.

No Re:Bit, o Bruno contou que o YouTube está testando um sistema para cobrar pelo download de vídeos. Aproveitando o assunto: um amigo contou que pagou R$ 25 mil por dia para veicular o filme de um anunciante na área patrocinada da home do YouTube.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s